Astrologia

O planeta Júpiter

Escrito por Andreia

O que é preciso saber sobre Júpiter

Júpiter, o grande benéfico: Júpiter rege o signo de Sagitário e nos informa sobre as ambições do ser. Seja no plano humano, social ou espiritual, o planeta gigante (o maior do sistema solar) tende a amplificar e multiplicar aquilo que toca. Então, podemos esperar o melhor do Deus dos Deuses... assim como o pior! Se Saturno tende a organizar os planos e a construir, a estruturar o nosso comportamento e a nossa existência, Júpiter dará fôlego para a construção e vida à estrutura.


Provedor de grandes oportunidades, podemos contar com sua presença para animar, colocar em movimento e, muitas vezes, desencadear acontecimentos, provocar o encontro que nos permitirá habitar e alimentar os grandes ciclos de transformação regidos e anunciados pelos planetas pesados (Plutão, Netuno, Urano e Saturno),cuja lista ele fecha com requinte! Júpiter tem a reputação de ser um grande provedor de generosidades, de favorecer a expansão em todos os planos da vida e ele, muitas vezes, representa a boa sorte que cai do céu! Mas desconfie dessa visão muito otimista e, portanto, muito jupteriana, pois se Júpiter promete a lua, não se esqueça de que ele governa por tradição o relâmpago e pode também golpear e destruir!

Júpiter em nosso mapa

Onde Saturno leva imitação, estresse e, às vezes, negação, Júpiter nos convida a expandir nossos horizontes e a forçar nossas barreiras do possível. Não é uma questão de medir e conter, mas sim de expandir, crescer... prosperar. Sob a tutela de Júpiter, o ser se afirma, procura e encontra seu lugar na sociedade, visa conseguir sua integração e, às vezes, chegar ao topo. Sob a tutela de Júpiter, nós enxergamos longe, enxergamos muito... às vezes, tudo!

Assim, o planeta aumenta nossas aspirações e, dependendo do lugar que ele ocupa em nosso mapa astral, exacerba nosso desejo de reinar no plano material e social, nos incitando a nos superar para atender nossos objetivos e, paralela, mas essencialmente, obter a aprovação da sociedade. Desta forma, todas as profissões que conferem, de uma maneira ou de outra, honorabilidade e que inspiram respeito serão assimiladas à função jupteriana. Os juízes, professores e líderes de todos os tipos representam simbolicamente o desejo de impor, o desejo de reconhecimento relacionado com a natureza generosa, ambiciosa e, por vezes, excessiva do planeta. E para aqueles que não se satisfazem mais com as pequenas glórias temporárias, o plano filosófico ou espiritual representará o desenvolvimento final do poder de Júpiter, que adora ditar as leis e arbitrar as mudanças na Terra... Ele gosta de exaltar nossos ideais e de ampliar nossa capacidade de transcender este mesmo plano terrestre para nos levar aos céus!

Júpiter é frequentemente representado na mitologia por uma águia que, com as asas abertas, paira sobre as multidões e, portanto, se eleva acima da condição humana e exprime nossa necessidade do divino, mas também nossa sede de descoberta, nossa vontade de fugir, de viajar, de explorar outros países e de expandir nossos limites até as mais altas regiões do espírito! As personalidades marcadas pelo planeta serão frequentemente tentadas a se expatriar, elas escolherão uma atividade que as levará para longe de seu locar de nascimento e florescerão assim que pegarem a estrada... para outro lugar! Júpiter abre as portas e favorece à priori as graças do céu, alimenta nossa imaginação e, muitas vezes, desencadeia oportunidades que permitem que nosso destino se escreva...

No entanto, tome cuidado para não abusar do poder conferido pelo planeta de todos os possíveis e, paralelamente, de todos os excessos para não ceder a nossas tendências à megalomania, desperdiçar nossa preciosa energia e adotar comportamentos bulímicos. Tome cuidado para não cair na deriva daquelas pessoas que, “devoradas” pela ambição, arriscam, mais cedo ou mais tarde, serem chamadas por Saturno, que punirá seus excessos... e as colocará face a face com suas responsabilidades, as privando de tudo!

Júpiter no plano físico representa a função hepática, a qualidade do sangue e de seu fluxo e corresponde aos quadris e às coxas... Ele estimula nosso entusiasmo, multiplica nossos impulsos generosos e, se conseguirmos canalizar as forças vivas que ele gera naturalmente, pode permitir que nós atinjamos um ideal, seja ele terrestre, mundano ou, em última instância, divino.

Júpiter hoje

A partir de 19 de dezembro, Júpiter fará a transição para Aquário, exaltando em nós o desejo de mais justiça social. É a oportunidade de endireitar a barra e guiar o barco comum para uma concepção mais idealista e necessariamente progressista do caminho a percorrer e, sobretudo, a rever e corrigir! Um novo horizonte pode, portanto, se abrir e um novo mundo pode começar a emergir.

Cabe a nós, no entanto, saber como administrar da melhor forma esse desenvolvimento essencial e inevitável para talvez evitar nos fecharmos em uma visão excessivamente absoluta e idealizada da meta a ser alcançada se quisermos que nosso sonho realmente se transforme em realidade sem fazer muito estrago!

Observe, porém, que Júpiter cruzará em seu caminho com Urano (17 de janeiro de 2021)! Tensões palpáveis no horizonte, escolhas radicais a serem feitas e possíveis convulsões sociais! Sem excluir alguns abalos e terremotos esperados. Um começo de ano que promete ser agitado para você e, na verdade, para todos!

Júpiter migrará temporariamente para o signo de Peixes entre 13 de maio e 28 de julho de 2021! Uma primeira fase de preparação para outra coisa que ficará mais clara em 2022. Enquanto esperamos por esse prazo, Júpiter em Peixes pode facilmente nos ajudar a elevar o debate e nosso nível de consciência, como pode também espalhar uma sensação de confusão nas mentes e no mundo.

A partir de 28 de julho, Júpiter retomará seu percurso em Aquário até o final de dezembro de 2021! Cabe a nós usar esses fluxos profundamente reformadores com sabedoria para inovar sem necessariamente destruir tudo e, em seguida, preparar o terreno para o que está por vir e que, esperançosamente, será um fator de crescimento tanto no nível humano quanto no nível puramente material.

Amigos de Aquário, Júpiter passa por seu signo em 2021 e marca o início de um novo ciclo de 12 anos de expansão (evolução). Um novo começo que pode muito bem ser radical. Agora é a hora de abandonar as velhas crenças que o puxaram para trás por muito tempo, de embarcar em novas aventuras, de acreditar em si mesmo sem se esquecer de, às vezes, levar nuance para sua abordagem. Será uma questão de mudança, não necessariamente de colocar o peso sobre seu entorno. Portanto, tome cuidado com posturas excessivamente rígidas e com a tendência de pensar que você está certo sobre tudo. Talvez, mas como um bom aquariano que se respeita, continue pensando nos outros... tanto quanto em você mesmo!

Amigos de Peixes, em 2021, Júpiter visitará o primeiro decanato apenas entre 13 de maio e 28 de julho de 2021. Assim, se você pertencer aos primeiros 3 graus do signo (nascidos entre 19 e 21 de fevereiro),você receberá uma visita do planeta gigante do zodíaco que pode lhe dar um grande impulso! O que esperar? Uma melhoria em suas finanças, novos potenciais para explorar ou antigos a desenvolver. A expansão de seus talentos e a possibilidade de receber recompensas por suas habilidades e méritos. Até 2022, quando será a vez de todos os nativos do signo!

Para saber

Exílio de um planeta

Quando um planeta se encontra situado no signo oposto àquele que ele governa! Sua energia será mais difícil de ser canalizada, utilizada positivamente e, sobretudo, conscientemente. Seu poder de radiação e de ação será diminuído e exigirá que a personalidade evolua para aprender a administrá-lo com bom senso.

Exaltação de um planeta

Quando um planeta se situa em um signo que exalta suas capacidades. Em câncer, Júpiter é atraído para a fonte maternal (a Lua rege este signo fértil) para se alimentar, se desenvolver, se expandir e difundir sua natureza generosa...

Signos cardeais

Áries, Câncer, Libra e Capricórnio nos convidam a agir, a iniciar mais do que construir. Situando-se respectivamente no começo de quatro trimestres e estações (Áries e o começo do Outono, Câncer e o começo do inverno, Libra e o começo da primavera e Capricórnio, que inaugura o verão),estes signos normalmente dão o impulso para começar alguma coisa, iniciar um ciclo, mas nem sempre o suficiente para construir.

Parabéns

Seu cadastro foi efetuado, obrigado pela confiança. Em breve, você receberá seu horóscopo diário direto na sua caixa de entrada.

Fechar

Erro...

Este email é inválido ou já está cadastrado em nosso sistema.

Fechar

Os planetas na astrologia mundial

Entenda a influência dos planetas

A numerologia revela seu caminho no amor!

Marte: saiba tudo sobre este planeta