Astrologia

Efeitos da Lua nova de Janeiro de 2021

Tânia | 16/06/2020 - Última modificação: 08/01/2021

Lua Nova de 13 de janeiro de 2021

Este mês, o principal impulso desencadeado pela Lua Nova de janeiro é travado pelo aglomerado planetário nos signos de Capricórnio e Aquário. Será particularmente complicado beneficiar do impulso normalmente associado aos primeiros dias do ano. Basta dizer que as boas intenções contidas nas nossas “resoluções de ano novo” terão dificuldade em se realizarem. Se a natureza cardeal do signo Capricórnio impulsiona sobretudo em frente, a forte presença dos planetas repartidos entre os dois signos de Saturno, e reforçados por este último, provoca bloqueios celestes. Será necessário pressionar um pouco para os eliminar. Dito de outra forma: o céu está um pouco carregado e, mesmo que não lhe caia sobre a cabeça, existe um risco de se sentir bloqueado nos seus movimentos. A intensificação das sensações de “travar a engrenagem” ou de “passar pelos pingos da chuva” dependerá, claro, da carta astrológica de cada um.

Seja como for, os signos cardeais (Áries, Libra, Capricórnio, Câncer) e os signos fixos (Touro, Leão, Escorpião e Aquário) estão sob o olhar dos astros.

O signo Capricórnio concentra a energia da Lua Nova. Com eleito, as iluminações aí se encontram e esta presença é consolidada por Plutão nos últimos graus do signo. O planeta Vénus não fica atrás: ele finge-se surpreendido e divertido, mas sem se deixar impressionar. Abrangendo Plutão todos os desafios, os nativos de Capricórnio compreendem que não terão uma janela de oportunidade assim tão cedo: na lotaria, ganham o prémio, suscitando assim a invejas ou o mau perder. Por reação à conjugação Sol / Lua, os nativos de Câncer defendem a sua causa e visam justiça. Não sendo seu hábito imporem-se de forma rude, atenuam com agilidade todas as contrariedades e até angariam para a sua causa pessoas pouco cooperantes. É como um truque de magia: os nativos andam de lado e dão a volta à situação, os outros nada entendem. O cúmulo para este signo de água.

As capacidades de atuação sobredimensionadas dos nativos de Áries enfraquecem um pouco sob esta Lua Nova, mas reforçam-se com um interessante espírito inventivo. Deste modo, o desenvolvimento da sua perceção extrassensorial traduz-se na sua atividade exterior ou social, que aumenta exponencialmente e se consolida. Em suma, Áries faz a soma dos contrários e consegue ainda assim sobreviver: não era tão óbvio quanto isso! A motivação interior de Libra é sustentada pelo esforço que lhe é exigido neste período de adaptação. Em grande medida superados pela sua própria criatividade, os nativos são exortador a explicar o porquê e o como de todas as suas decisões. Não será o caso durante este período: Libra ou não, eles escudam-se atrás de uma certa forma de mudez, continuando ao mesmo tempo a exprimir-se.... em silêncio. Se os que o rodeiam o acompanharem, melhor. Senão, tanto pior!

As coisas não são assim não más para os nativos de Touro. Com efeito, mesmo sob influência de Urânio, eles conseguem conciliar corpo e alma. Sentimentos ardentes, por vezes algo explosivos, ou a obrigação de organizar pequenas desarrumações, eles compreendem que tudo tem um preço. Novas atividades ou novos projetos, ainda que lutem ainda um pouco a encontrar o seu ritmo de cruzeiro, estão em vias de reconhecimento. Os nativos de Leão constatam, com alguma altivez, que existe justiça no mundo e regozijam-se que esta esteja a seu favor. Têm a delicadeza de não insistir demasiado no assunto junto de pessoas menos sortudas, evitando assim reprimendas. De notar, a presença da Parte da Sorte em Sagitário, que concede a Leão uma considerável margem de manobra.

O Escorpião lança-se de pés e cabeça à ação e recupera o rumo, algo interrompido, das atividades que o têm mobilizado nos últimos meses. Mas mais nada irá atravessar o seu caminho. Para estes nativos, os efeitos contrários são o resultado de uma sensibilidade a uma ou outra das questões em jogo. No geral, vamos encontrar: atividade sem concessões e/ou relações por vezes cambiantes, estabelecidas em relações antigas. Seja como for, o movimento das suas energias, quer físicas, quer mentais, leva-os em frente, eles não aceitam mais qualquer compromisso e delineiam o seu futuro. Algo interpelados pelas contradições de Saturno, os nativos de Aquário aceitam evoluir, tendo como referência um sistema de valores que não haviam forçosamente validado, ou integrado. A força desta Lua Nova consiste em trazer a possibilidade de mudar, sem ter de perder muito. Certamente obliterado, mas em conformidade com os seus voos, com Aquário trata-se de aproveitar a novidade. Pode ser consumidor, mas o questionamento não será certamente em vão.

Os signos mutáveis (Peixes, Gémeos, Virgem e Sagitário) deixam-se embalar por esta Lua Nova, sem ter realmente noção da sua dimensão, nem dos seus efeitos retroativos. A presença de Neptuno no signo Peixes implica sempre um distanciamento dos acontecimentos, que autoriza estes nativos a apostar na sorte. Com grande capacidade de antecipação e previdentes, leem nas entrelinhas e vêm o invisível. Porque não aproveitar até ao fim? Por seu turno, os nativos de Gémeos estão solidamente apoiados na sua força de persuasão e uma dose de pura sorte. Certas prerrogativas tornam-se óbvias e os nativos estão bem decididos a não abrir mão de nada. Contudo, apenas descobrindo que têm a capacidade de misturar realidade com ficção é que cumprirão as suas esperanças: mas isso, já nós sabíamos!

Os nativos de Virgem insistem e subscrevem as suas convicções, que não têm nada de fantasiosas. O seu estilo diferente e a sua forma de agir conduzem-nos ao fundo das suas decisões. É deste modo que eles veem a vida. A fase de autoexpressão que atravessam não é, portanto, negociável. Quanto aos nativos de Sagitário, eles colocam o seu meio-ambiente no centro das suas preocupações. As funções de exteriorização, a relação com o mundo são mesmo áreas nas quais se exprimem as melhores qualidades deste signo. O Sagitário mostra aquilo de que é capaz, agora é uma questão de se exprimir e manifestar de forma objetiva.

A Lua Nova invoca e suscita interrogações: como integrar todos os aspetos contraditórios de forma harmoniosa e demonstrar a sua capacidade de agir? Submergido pelas exigências da vida do dia-a-dia, será talvez necessário, neste período, aliviar a pressão e aceitar a transição de forma significativa.

Lua nova de 14 de Dezembro de 2020

Ao mesmo tempo atriz e diretora, a lua Nova de dezembro começou muito rapidamente seu “show de um só homem” e exibiu, sem restrições, sua mente afiada e sua partida animada. Os luminosos em conjunção com Mercúrio oficiam em Sagitário, de frente para Gêmeos, e claramente fazem um espetáculo. Eles então têm total liberdade para escrever a peça, desempenhando conscienciosamente o papel que lhes foi atribuído. Sensível, cabotina, a Lua Nova entregará sua “Commedia dell'arte” sem se preocupar muito com as consequências. Esta agitadora chega muito perto da época das festas, num momento incerto em que a luz diminui. Será uma questão de discernir o certo do errado e a clareza das trevas. As questões sociais um pouco esquecidas no contexto dos últimos meses provavelmente voltarão ao primeiro plano. Sob a influência direta da lua Nova, alguns oficiais farão malabarismos para tentar acalmar as coisas. De fato, os setores industriais e os militares podem ser afetados, talvez seja necessário lidar com a impulsividade de situações instáveis ou imprevisíveis. Às vezes será necessário ter cuidado com as “cortinas de fumaça” ou desarmar discursos obscuros, que ocultam intenções perturbadas.

Os nativos de Sagitário ou quem tem ascendente neste signo e os nativos de Áries são particularmente afetados pelos aspectos. Altamente energéticos, eles terão uma margem de manobra significativa, projetos que estão germinando há alguns meses emergirão com eficácia, desde que as armadilhas sejam evitadas. Aqueles que têm dúvida terão que passar a vez, sob pena de perder a confiança de seu entorno diante de sua falta de compromisso. Por outro lado, as coisas amadurecem lentamente e tendem a se materializar.



Leão também se beneficia com a passagem da lua Nova. A pequena “preguiça” ou falta de motivação sentida pelos nativos durante este período tende a desaparecer. Os planetas ativam estacas poderosas, que têm o efeito de acertar os ponteiros do relógio e colocar Leão de volta “na sela”. Na verdade, o signo extrai energia de seu amigo Sagitário. Além disso, este último não deixa de interromper sua procrastinação empurrando-o para a frente. Jogado na piscina e um pouco pressionado em seu ego, Leão recupera sua beleza.

Gêmeos recolhe migalhas de estrelas e fazem bom uso delas. Com efeito, embora não sejam diretamente afetados pela conjuntura, algumas vantagens colaterais permitem-lhes tomar a direção certa. Além disso, os nativos de Libra vivenciam um questionamento real de seus princípios básicos. A presença de Urano, em trânsito em Touro, apoia fortemente as posições decisivas. Os maus presságios ou situações ambíguas, que pareciam florescer em cada esquina, são definitivamente evacuados. Libra se recusa a se preocupar e lida com as condições de vida ou pessoas que não são mais adequadas a ele. Com novas voltas e reviravoltas, com o foco em reformulação, os nativos definem seu próprio ritmo e passam por uma transformação.

Os signos de água (Câncer, Escorpião e Peixes) vão além do plano material da vida cotidiana para se aventurar muito além das aparências. Em particular Peixes, que continua a vibrar no modo de seu planeta Netuno. Os nativos que trabalham no setor médico ou social terão total liberdade para demonstrar sua dedicação e compaixão. A serviço de seus semelhantes, eles desenvolverão seu potencial de escuta e empatia. Os demais, que atuam no comércio ou nas finanças, às vezes se deparam com escolhas drásticas: eles podem então encontrar oportunidades para mudar radicalmente de vida, continuando a se impor.

Os nativos de Câncer liquidam uma certa responsabilidade. Os trânsitos de Capricórnio que haviam liderado o caminho por vários anos estão desaparecendo. Uma necessidade premente de retomar a vida no mesmo lugar onde talvez a tenham deixado curta: uma história de amor, um projeto imobiliário ou uma questão familiar ressurge. Câncer encontra coragem para assumir riscos que antes pareciam opressores. Tudo isso o estimula, seu entorno pode ver quão rápida e perceptível é a mudança.
Os escorpianos continuam com o ímpeto dos últimos seis meses. Eles aumentam suas chances por meio de trabalho árduo e relacionamentos harmoniosos. As decisões tomadas no final de agosto/início de setembro, bem como as medidas postas em prática para atingir os seus objetivos, estão dando frutos. Eles pegam as propostas que lhes são oferecidas e fazem bom uso delas: relacionamentos amorosos em consolidação, exames favoráveis, oportunidades de emprego ou estágio, sucessos, tudo isso está ao seu alcance e abre perspectivas. O nativo de Escorpião encontra seu lugar e o defende.

Os aquarianos brilham totalmente através do engajamento. Na verdade, se eles evitarem o confronto, esses nativos devem se beneficiar do influxo “purificador” da lua Nova. Inventivos, respeitosos com os direitos de todos, os aquarianos optam por uma atitude positiva e colocam-se em observação. Sua curiosidade e inventividade fazem maravilhas diante de situações sem precedentes das quais eles ainda não entendem todos os meandros. Eles terão que esperar mais algumas semanas para ver mais claramente, em um jogo redistribuído.

Touro e Virgem descobrem novos desafios e “levantam a luva”. Alguns com sua abordagem “pé no chão”, outros com perguntas muito legítimas. Os taurinos que se expressam no mundo artístico ou nas relações públicas vão optar pela inovação. A imaginação com a qual eles trabalham autoriza todas as esperanças. Já os virginianos têm grande flexibilidade para resolver situações complexas: eles as assumem e controlam: suas ideias, por mais deslumbrantes que sejam, são unânimes. Os aspectos e os influxos dão a Capricórnio todas as esperanças. Na verdade, eles serão capazes de se recuperar de uma situação um tanto comprometida ou de ver um nó górdio se desfazer. Se perderam uma oportunidade ou se erraram, em um momento ou outro, os nativos retomam a bola e ganham o ponto.

Do palco em que é ativada, a lua Nova nos encara e nos observa. Uma atriz talentosa, ela nos manda de volta às nossas pretensões. Autora de sucesso, teremos que aprender com os diálogos que ela nos oferece. Dela ou de nós, quem vai lançar a melhor réplica? Vamos ouvir o eco da lua Nova em Sagitário. Assim, despojados de todos os disfarces e de nossas tragicomédias, iremos evoluir para um mundo melhor.

Lua nova de 15 de novembro de 2020

É em uma atmosfera plutoniana que a Lua Nova deste mês de novembro é inscrita, a força da conjunção sol/lua em Escorpião é inscrita duplamente em signo, pelos luminosos e pelo ascendente. A marca de Plutão, ainda mais poderosa que o planeta, sempre associada aos seus dois companheiros Saturno e Júpiter, trabalha para abrir mundos que permaneceram fechados até agora. Como vamos receber o bumerangue celeste que está sendo ativado acima de nossas cabeças? Quais serão os efeitos induzidos, ou produzidos diretamente, sobre os destinos humanos, que permanecem muito insignificantes em relação ao grande carrossel de gigantescos corpos planetários?

O signo das profundezas, Escorpião, ganha uma dimensão inteiramente nova sob a influência da lua nova: será então necessário apostar na sensibilidade lunar, aguçada por esta posição, para contrariar e sobretudo acalmar um sol escaldante e noturno. Veremos a Vida, assim como as questões veiculadas socialmente, através do filtro da nossa consciência do início e do fim das coisas. Recentrados em nosso passado, teremos sutileza suficiente para condicionar nosso futuro, medindo a experiência e aceitando que tudo é condicionado pelo Ciclo de Vida? É possível. Bastará perceber a promessa dos germes enterrados que darão a futura colheita, mas também e sobretudo, observar que tudo se acaba para um novo começo.



Assim, os signos fixos (Touro, Leão, Escorpião e Aquário) terão validação e segurança para acionar alavancas e desarmar as armadilhas, desde que ouçam atentamente as objeções antes de agir. Escorpião, sob esta lua nova, terá o dom de suspender o tempo, e essa não é a menor das magias! O planeta Urano, em oposição aos luminosos e a Mercúrio em trânsito, promete reflexão e tomada de decisão oportuna no âmbito das trocas. É por isso que o nativo de Escorpião terá muito tempo para antecipar, para pensar, para se afirmar e, sobretudo, para preparar ou "se" preparar. Alunos em exames, executivos jogando uma carta importante ou todos aqueles que deverão antever novos desafios, no âmbito profissional ou privado, serão feiticeiros de seu sucesso pelo controle do tempo.

Os nativos de Leão e Aquário serão atravessados por ideias deslumbrantes, às vezes de forma irracional. Todo o trabalho realizado nos últimos meses, todos os projetos que exigiram um determinado investimento, irão se beneficiar de uma reviravolta inédita ou encontrar um resultado favorável. Além disso, a vida amorosa dos aquarianos pode ser virada de cabeça para baixo por um encontro ou uma proposta inesperada, eles verão a vida sob uma nova luz com o poder de suas emoções. Os nativos de Touro, por sua vez, jogarão a carta das relações estranhas ou secretas. Não acostumados a se torturar por nada, eles descobrirão que jogos perturbadores podem levá-los muito longe. A maioria se deixará levar, sem reclamar.

Os signos cardeais (Áries, Câncer, Libra e Capricórnio) preservam sua integridade a todo custo. Sob esta lua nova, os nativos de Áries têm todos os recursos em mãos para mudar o relacionamento com as pessoas ao seu redor. Cultivando a abertura para os Outros por conselho de um amigo de Libra ou Touro, eles encontram uma maneira de integrar os valores guerreiros que sustentam sua personalidade. Contido em seus ímpetos por Vênus em Libra, mas intelectualmente apoiado pela conjunção sol/lua em seu primo Escorpião, Áries está relaxado por uma ecologia relacional. Libra e Capricórnio dão um passo para trás: de modo delicado e cauteloso para alguns, de modo misterioso, mas um pouco cínico para outros. Os nativos de Libra descobrem que têm pouco tempo para si próprios ou mesmo para quem quer que seja; no entanto, eles têm pleno controle da situação, oferecendo um suporte discreto para aqueles que os solicitam. Verdade seja dita, uma ideia já está passando pela cabeça deles há alguns meses, eles acabam falando abertamente quando se sentem confiantes. Quanto aos capricornianos, não é de surpreender que o intelecto permaneça no controle. No entanto, eles descem de sua torre de marfim e confrontam os mortais comuns, trazendo coesão para opiniões divergentes. Eles não tomam partido, entretanto.

Os nativos de Câncer não sabem muito bem em quem ou no que confiar, mas defendem, em alto e bom som, a razão e a clarividência. A lua nova, que é bastante conciliadora com eles, aumenta as energias cósmicas positivas das quais eles são destinatários. Sua intuição quase mediúnica é colorida com as travessuras de Escorpião, sonhos e premonições não precisam mais ser demonstrados, mas experimentados.

Restam os mutáveis (Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes) que "resignam" sob esta lua nova: eles terão que cumprir certas obrigações, que assumirão na maioria das vezes por obrigação ou incapacidade de dizer não. Os nativos de Peixes evitam a tempestade graças a uma melhora em sua vida amorosa ou em suas ocupações profissionais: para eles, os "bons negócios", os "furos" de todas as esferas da vida e a capacidade de resistir em um momento crucial. Resumindo, eles podem sentir para onde o vento está soprando e aproveitar a oportunidade para fazer as coisas.

Sagitário e Gêmeos garantem uma confiança no futuro, graças a novas simpatias ou amizades, mesmo repentinas, mas bem-vindas. Eles mantêm distância, o ambiente exige, mas nunca estiveram tão perto de atingir um objetivo. Esses nativos são populares e sua popularidade sobe um nível. Os virginianos mantêm toda uma panóplia de boas receitas para passar por esse período aquecidos e abrigados. Um pouco chateados com o ambiente, eles ainda terão a escolha entre afirmar sua diferença ou entrar na linha. Eles contam com as mil redes a sua disposição para manter a ambivalência e perpetuar sua vida social.

A lua nova de novembro constrói uma bandeira de intimidação e se dirige a nós. Contra a sua bandeira vermelha e preta, oporemos a bandeira branca da lucidez, aquela que nos permitirá tomar nosso tempo, evitar colisões e regressar calmamente ao mar. Tudo isto sem nos deixar impressionar por um cenário ambivalente.

Lua nova de 16 de outubro de 2020

Este mês, o principal impulso desencadeado pela Lua Nova de janeiro é travado pelo aglomerado planetário nos signos de Capricórnio e Aquário. Será particularmente complicado beneficiar do impulso normalmente associado aos primeiros dias do ano. Basta dizer que as boas intenções contidas nas nossas “resoluções de ano novo” terão dificuldade em se realizarem. Se a natureza cardeal do signo Capricórnio impulsiona sobretudo em frente, a forte presença dos planetas repartidos entre os dois signos de Saturno, e reforçados por este último, provoca bloqueios celestes. Será necessário pressionar um pouco para os eliminar. Dito de outra forma: o céu está um pouco carregado e, mesmo que não lhe caia sobre a cabeça, existe um risco de se sentir bloqueado nos seus movimentos. A intensificação das sensações de “travar a engrenagem” ou de “passar pelos pingos da chuva” dependerá, claro, da carta astrológica de cada um.



Seja como for, os signos cardeais (Áries, Libra, Capricórnio, Câncer) e os signos fixos (Touro, Leão, Escorpião e Aquário) estão sob o olhar dos astros.

O signo Capricórnio concentra a energia da Lua Nova. Com eleito, as iluminações aí se encontram e esta presença é consolidada por Plutão nos últimos graus do signo. O planeta Vénus não fica atrás: ele finge-se surpreendido e divertido, mas sem se deixar impressionar. Abrangendo Plutão todos os desafios, os nativos de Capricórnio compreendem que não terão uma janela de oportunidade assim tão cedo: na lotaria, ganham o prémio, suscitando assim a invejas ou o mau perder. Por reação à conjugação Sol / Lua, os nativos de Câncer defendem a sua causa e visam justiça. Não sendo seu hábito imporem-se de forma rude, atenuam com agilidade todas as contrariedades e até angariam para a sua causa pessoas pouco cooperantes. É como um truque de magia: os nativos andam de lado e dão a volta à situação, os outros nada entendem. O cúmulo para este signo de água.

As capacidades de atuação sobredimensionadas dos nativos de Áries enfraquecem um pouco sob esta Lua Nova, mas reforçam-se com um interessante espírito inventivo. Deste modo, o desenvolvimento da sua perceção extrassensorial traduz-se na sua atividade exterior ou social, que aumenta exponencialmente e se consolida. Em suma, Áries faz a soma dos contrários e consegue ainda assim sobreviver: não era tão óbvio quanto isso! A motivação interior de Libra é sustentada pelo esforço que lhe é exigido neste período de adaptação. Em grande medida superados pela sua própria criatividade, os nativos são exortador a explicar o porquê e o como de todas as suas decisões. Não será o caso durante este período: Libra ou não, eles escudam-se atrás de uma certa forma de mudez, continuando ao mesmo tempo a exprimir-se.... em silêncio. Se os que o rodeiam o acompanharem, melhor. Senão, tanto pior!

As coisas não são assim não más para os nativos de Touro. Com efeito, mesmo sob influência de Urânio, eles conseguem conciliar corpo e alma. Sentimentos ardentes, por vezes algo explosivos, ou a obrigação de organizar pequenas desarrumações, eles compreendem que tudo tem um preço. Novas atividades ou novos projetos, ainda que lutem ainda um pouco a encontrar o seu ritmo de cruzeiro, estão em vias de reconhecimento. Os nativos de Leão constatam, com alguma altivez, que existe justiça no mundo e regozijam-se que esta esteja a seu favor. Têm a delicadeza de não insistir demasiado no assunto junto de pessoas menos sortudas, evitando assim reprimendas. De notar, a presença da Parte da Sorte em Sagitário, que concede a Leão uma considerável margem de manobra.

O Escorpião lança-se de pés e cabeça à ação e recupera o rumo, algo interrompido, das atividades que o têm mobilizado nos últimos meses. Mas mais nada irá atravessar o seu caminho. Para estes nativos, os efeitos contrários são o resultado de uma sensibilidade a uma ou outra das questões em jogo. No geral, vamos encontrar: atividade sem concessões e/ou relações por vezes cambiantes, estabelecidas em relações antigas. Seja como for, o movimento das suas energias, quer físicas, quer mentais, leva-os em frente, eles não aceitam mais qualquer compromisso e delineiam o seu futuro. Algo interpelados pelas contradições de Saturno, os nativos de Aquário aceitam evoluir, tendo como referência um sistema de valores que não haviam forçosamente validado, ou integrado. A força desta Lua Nova consiste em trazer a possibilidade de mudar, sem ter de perder muito. Certamente obliterado, mas em conformidade com os seus voos, com Aquário trata-se de aproveitar a novidade. Pode ser consumidor, mas o questionamento não será certamente em vão.


Os signos mutáveis (Peixes, Gémeos, Virgem e Sagitário) deixam-se embalar por esta Lua Nova, sem ter realmente noção da sua dimensão, nem dos seus efeitos retroativos. A presença de Neptuno no signo Peixes implica sempre um distanciamento dos acontecimentos, que autoriza estes nativos a apostar na sorte. Com grande capacidade de antecipação e previdentes, leem nas entrelinhas e vêm o invisível. Porque não aproveitar até ao fim? Por seu turno, os nativos de Gémeos estão solidamente apoiados na sua força de persuasão e uma dose de pura sorte. Certas prerrogativas tornam-se óbvias e os nativos estão bem decididos a não abrir mão de nada. Contudo, apenas descobrindo que têm a capacidade de misturar realidade com ficção é que cumprirão as suas esperanças: mas isso, já nós sabíamos!

Os nativos de Virgem insistem e subscrevem as suas convicções, que não têm nada de fantasiosas. O seu estilo diferente e a sua forma de agir conduzem-nos ao fundo das suas decisões. É deste modo que eles veem a vida. A fase de autoexpressão que atravessam não é, portanto, negociável. Quanto aos nativos de Sagitário, eles colocam o seu meio-ambiente no centro das suas preocupações. As funções de exteriorização, a relação com o mundo são mesmo áreas nas quais se exprimem as melhores qualidades deste signo. O Sagitário mostra aquilo de que é capaz, agora é uma questão de se exprimir e manifestar de forma objetiva.

A Lua Nova invoca e suscita interrogações: como integrar todos os aspetos contraditórios de forma harmoniosa e demonstrar a sua capacidade de agir? Submergido pelas exigências da vida do dia-a-dia, será talvez necessário, neste período, aliviar a pressão e aceitar a transição de forma significativa.

Definição da Lua Nova:O ciclo da lua dura cerca de 29 dias, a partir da lua nova, vemos, por 14 dias, a lua crescer até a lua cheia, depois diminuir até a próxima lua nova.Durante a lua nova, o astro da noite é invisível, escondido na sombra da terra. Ela não é observável, pois está completamente escuro.A lua nova marca um novo começo, um momento na vida em que começamos algo, quando colocamos em movimento um projeto, até mesmo um filho, muitas vezes de maneira inconsciente. Esta é a época do mês em que provavelmente se terá sucesso em seus objetivos.A lua nova diz respeito a relacionamentos, dá grande vitalidade, impulsividade, sensibilidade.As pessoas nascidas em uma lua nova têm uma energia considerável, um impulso que jorra, mas essa conjunção de luminosos induz confusão e subjetividade induzidas por uma sensibilidade exacerbada.

Parabéns

Seu cadastro foi efetuado, obrigado pela confiança. Em breve, você receberá seu horóscopo diário direto na sua caixa de entrada.

Fechar

Erro...

Este endereço de e-mail já está em nosso sistema para este signo do zodíaco. Não é necessário se registrar novamente.

Fechar

Lua cheia de 28 de janeiro de 2021

Numerologia 2021: confira este ano em 5

Lua cheia de 28 de janeiro de 2021

Novidades dos astros: siga os movimentos